No fim das contas, o que importa é você.


Nós, humanos, temos uma certa mania de nos preocuparmos demais com o que os outros pensam, acham, ou impõem.
Deixamos de usar certas roupas, pensando se "alguém" vai achar ruim, vulgar, feio, zoado ou etc. Deixamos a vaidade "aposentada" com medo das pessoas falarem que estamos querendo aparecer, que é só pra chamar a atenção. Entre tantas outras coisas.
Porém, esquecemos que só vivemos uma vez. Que estamos aqui nesse mundo como visitantes, uma hora iremos morrer. E eu te pergunto, você, no seu leito de morte vai ter coragem de dizer "nossa, valeu a pena".

Eu te pergunto, você ousou tudo que queria, bebeu tudo que podia, errou o quanto dava, se olhou no espelho e disse "nossa, hoje eu tô SEN-SA-SI-O-NAl"? Você usou aquele seu batom vermelho hiper sexy sem medo de futuras criticas, usou aquela sunga de onça só pra tirar onda com os amigos, cortou o cabelo do jeito que te agradava, gritou de felicidade, e de raiva? Você teve coragem de colocar aquele seu short que a sua avó dizia ser muito indecente? Você riu ate a barriga doer? Fugiu de casa, nem que fosse só por uma tarde pra ir pra casa da namorada? Você teve coragem de viver seus sonhos, pra ter historia pra contar, ou teve medo de dar errado?Medo de ser julgado, de ser chamada de vadia, de fácil, de vulgar. Teve medo de ser chamado de gay, galinha, imaturo, criança?

Ei, olha aqui. No final das coisas, o que interessa é você. Viva por você, a vida é sua, ou será que você se esqueceu disso? A vida é uma só pra ficarmos lidando sempre com tais regras e padrões. Não quero dizer pra você ligar o "foda-se" pra tudo. Mas não reprima suas vontades, grite, pule, beba, corra, ouse, use, viva. Mas não espere ser tarde de mais pra se arrepender de algo que não fez por medo. Por que no fim das contas,  o que importa é você.

É você
















Então, sabe o problema? Eu vi que fico procurando em outro alguém algo que só acho em um alguém, procuro os olhos, o jeito, o sorriso, o cabelo, a voz...E quer saber, existe sim um alguém, um só que me faz querer algo diferente, que me faz perder o foco, a razão, o chão. É você.
Estava na rua, em meio a tantos risos eu tive uma sensação de desconforto, tentando achar em detalhes ali algo que sei que só encontraria nele, mas não. Não dá, não quero mais ser tão dependente disso.E foi em meio a uma correria que eu senti um aroma não muito estranho invadindo minhas narinas, aquele perfume doce,  suave como o vento que bati no meu rosto impedindo as lagrimas de rolarem, é era o seu perfume. Não sei de onde veio muito menos se foi fruto da minha imaginação, mas era você ali me avisando que algo além dele vale apena.
Você é um emaranhado de emoções, você me faz querer fugir de tudo que acredito me faz querer correr pra longe, me faz querer voltar, me da medo de ir além. Mas ao mesmo tempo você me encoraja você me faz querer pular mais alto, mergulhar mais fundo, correr mais rápido, você é idêntico a uma montanha russa, quero dizer o frio na barriga que os dois me causam é idêntico, não sei se Isso é bom ou não. Ainda não tive conclusões sobre.
Cheguei em casa, corri pro banho senti as lágrimas correrem, vi que não me canso de procurar em alguém algo que só acho nele, e quis morrer, achando que havia passado, mas não.
 A única pessoa que me faz querer ser e fazer diferente é você.
 É, isso mesmo, você. Com esse seu jeito errado, perturbado, alucinado de ser, me faz querer mais, me faz querer para de procurar ele em outros, me faz querer você.


Aprender a amar


Então, que tal você me mostrar um pouco mais sobre você, é, me mostra seus defeitos, me deixa ver seu rosto aquando acordar, é sem barba feita, sem cabelo penteado, com os olhos ainda embaçados. Quero conhecer suas crises, sua cara de raiva, quero saber suas fraquezas.
Não quero acreditar na sua perfeição. Acho tão mais bonito, mais poético, mais verdadeiro até, aprender a amar. Isso mesmo, aprender a amar, e isso acontece no dia a dia, é vendo os defeitos e se apaixonando por eles, é vendo as pirraças e se encantar por cada uma delas, e ver a cara de sono e achar a coisa mais linda do mundo. E é exatamente assim que eu quero que seja conosco.
Eu não quero a perfeição, eu quero te amar pelos erros, te ajudar a concerta-los. Eu quero te amar pelas brigas, termina-las no quarto.
Ei, eu quero aprender a te amar, num dia de domingo, quando tudo que eu mais quiser é ficar na cama, te amar quando interromper meu sono com uma ligação na madrugada, quero aprender esse seu jeito errado de ser, de viver. Quero conseguir amar essa sua vida louca, essa sua correria e tamanha intensidade. Eu quero te amar como és. Sem inventar, sem criar, sem imaginar que sejas perfeito.
Acho que aprendendo a amar os erros, eu me iluda menos, me assuste menos, ou ate me machuque menos quando te ver gritar, chorar ou simplesmente quiser colo.
Eu quero saber onde estão seus defeitos, por que, ah, as qualidades eu já sei de cor, meu amor. Eu sei o quanto é lindo aquele seu sorriso safado apos me beijar, conheço como a palma da minha mão tuas costas largas (minha mão adora passear por ela), sou imensamente apaixonada pelo seu olhar quando quer me mostrar o outro lado da situação, deslumbrada pelos seus olhos negros (principalmente quando encaram os meus de perto), eu amo seus cabelos, escondidos atras de um boné, ou daquela sua touca, mas que se rendem aos meus carinhos durante a noite, amo o jeito que teu peito se transforma em meu travesseiro preferido durante as noites mais frias, e nos dias mais dificieis. Eu amo seu jeito bruto de me pegar pelo braço e me jogar na cama ao mesmo tempo em que me acaricia o rosto e me beija o pescoço. Eu poderia passar horas aqui dizendo o que mais eu gosto em você, e é exatamente por isso que eu sei que não preciso "aprender a te amar" eu sei que seria impossível odiar qualquer coisa em você, eu sei que ja te amo, e como dizem... "O que vier agora, é apenas lucro" O essencial eu já tenho. Você.

Desculpa, minhas biscates


Olá meus amores, andei BEM SUMIDA esses tempos (tá, quase dois meses) foi um mero descaso, mas eu não desisti daquela agenda que prometi a vocês, só que vem umas novidades ai, arrumei outra escritora pro blog, sim, não é só eu que vou escrever mais. Ao longo do tempo eu apresento a Thay pra vocês, semana que vem tem a estreia do "Biscate tv" (kkkkkkk relevem, por favor o nome) que é o nosso canal do youtube, e quando o blog chegar a 100 seguidoras, eu vou sortear uma coisa minha, e um presente pra uma de vocês, que tal?
Ah, fiz um ensaio um dia desses, vou mostrar pra vocês essa semana.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...