Tá esperando o que? Vem logo pra mim.





Eu prometi pra mim mesmo que nunca mais transformaria pessoas conhecidas em meus personagens. Mas eu sou cabeça dura, não consigo. Quando escrevo, acabo tendo um vinculo ainda mais forte com tais pessoas. E isso era tudo que eu não queria fazer com você. Mesmo mal te conhecendo eu já me envolvi mais do que deveria, conhecia sua historia, sua família, seus gostos seus cheiros, suas manias, te conheci de um jeito rápido e intenso demais, do mesmo modo que me apresentei a você com a inocência  de uma criança, mas com toda malicia de alguém que sabe o que quer, e acredite meu bem, eu quero.
Tem sido engraçado assumir para meus amigos que encontrei um cara que me desmontou tão rapidamente, logo eu que sempre fui 'casca grossa', insensível, não 'apaixonável', tenho me visto com coração mole, palavras meigas e postura de quem quer ser o mais encantadora possível. Tudo que não fui desde que terminei meu ultimo relacionamento, que aliás... Bom, esquece.
Todos que me conhecem sabem que eu jamais daria o braço a torcer ao dizer que estou supostamente "afim" de alguém, mas ah... você. Veio pra me balançar, pra quebrar paradigmas que eu tinha, pra transformar minha certeza em duvida, antes de você, eu tava bem, mas agora tô melhor, e de longe você me faz uma pessoa melhor. 
É engraçado, por que você é do tipo de cara que eu disse que não iria mais me envolver, mas quem liga não é? Você sério, não vê o quanto eu subentendo tudo que lhe digo, você não percebe o que eu queria, você não percebeu que eu quero você, sera que tô jogando tão bem seu jogo que mal aparento estar afim? Acho que não. Meus amigos já ate me zoam, dizendo que é inacreditável eu ter ficado tão encantada assim...
Juro, por tudo que há de mais sagrado, não tem nada a ver com seu físico, com seus olhos, com tua boca, com seu cabelo, muito menos sua voz sussurrada, sua testa franzida quando faz cara de bravo, ou então suas pernas escondidas atras do seu velho jeans, juro que não tem nada a ver com isso. Mas sim com aquele cara que tem escondido por trás de tudo isso, aquele que é apaixonado solitário, que chora de raiva e não tem vergonha disso, aquele que gosta das coisas mais simples, aquele cara que quer companhia pra ver filme numa sexta a noite debaixo das cobertas, que ouve uma boa musica e não ligam se dizem se disserem que é musica de "gay apaixonado". O seu físico pouco me importa, acho que pela primeira vez na vida, de verdade me encantei por algo de verdade, algo que foi alem de aparências. 
Você, chegou pra me bagunçar, me atormentar e me hipnotizar. Me tira o sono (a causa da insônia é você, não cafeina, és obra divina, tô te querendo vem), me faz sorrir até de longe. Ei cara, me diz, de onde você veio.
 E por que parou na minha vida assim? Ta esperando o que? Vem pra mim.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...