Filme - Deus não está morto!


Deus não está morto é um filme de drama e religioso, foi lançado aqui no Brasil em 21 de agosto de 2014, dirigido por Harold Cronk ele conta a história de um jovem, Josh (Shane Harper), que acaba de entrar na universidade e cai diretamente na aula do arrogante e ranzinza professor de filosofia, Jeffrey (Kevin Sorbo). Logo em sua primeira aula com o professor Jeffrey, Josh e todos da classe são obrigados a escrever "Deu está morto" em uma folha. Josh, como cristão, se recusa a realizar essa atividade e então é desafiado pelo professor a convencer, em quatro aulas, todos da classe ao contrário, que Deus não morreu.  

O filme vai contando a história de Josh e também de vários outros jovens, com histórias parecidas, mas que são diferentes. Como a história de uma muçulmana com uma família muito tradicional a cultura, mas ela não acredita na cultura de sua família, e sim em Jesus. Também tem a jovem e conhecida jornalista, uma mulher nova que no ápice da carreira descobre ter câncer. Entre outras histórias que testam a fé dos personagens. 



Quando ouvi sobre o filme num grupo de whatsapp, fiquei muito curiosa pra saber do que se tratava, pensei que fosse apenas mais um filme religioso dos que ja estava acostumada a ver. Quando uns amigos disseram que o Cinemão ia ser com esse filme, juntei a fome com a vontade de comer e fui. 
Deus não está morto acabou me surpreendendo, o filme começou bom, mas sem nada a mais. Aos poucos ele foi me chamando atenção, me prendendo na historia e me fazendo prestar atenção na mensagem.

Os personagens são fortes, diferentes, mas com uma coisa muito em comum: eles estão sendo testados. Sua fé está sendo testada de todas as formas, começando por Josh que tem que falar na frente de toda uma classe e melhor, ter que provar pra cada um deles que a Fé supera a ciência. Em três aulas, ter que apresentar fatos para combater a teoria de um professor graduado e super renomado.


O filme tem uma sensibilidade incrível, abordando temas tão comuns e que fazem tanta gente se rebelar contra Deus, como doenças e sucesso, morte e tristeza. E conforme ele vai se desenvolvendo eu acabei me identificando com alguns personagens, e dá para sentir as aflições, sentir o medo que eles sentem. 


Isso não é bem uma resenha, critica, ou comentário do culhão do new york times. É nada mais que uma opinião baseada, já na minha fé e na minha autocritica de filmes religiosos.
O que mais gostei nesse filme é que não fala das provações antigas, mas das atuais, mostra gente que não nega a sua fé ainda que isso vá contra tudo que lhe foi ensinado.
E acho, que sendo cristão ou não, de tudo se tira uma lição. Acho que não se deve negar algo em que se acredita. Até que se prove o contrario, a sua palavra é a que vale.


Bom eu A-M-E-I o filme, tô suspeitíssima aqui.


Se virem o filme, deixem nos comentários o que acharam, e deixem sugestões de mais filmes pra eu ver e dar o meu pitaco HAHA. 
Por hoje é só, beijo e ate a próxima <3

Um comentário:

  1. Estou com muita vontade de assistir :) Parecer ser MUITO bom :)

    http://vocenamoda2002.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...