Eu ouço: onze20


Vocês já ouviram falar da banda Onze20? Então, é uma banda mineira, de Juiz de fora. Os caras, tem uns cabelos esquisitos, mas um dom lindo. HAHAHAH


Cantam e encantam a todos com suas letras românticas, melosas e que traduzem o que queremos ouvir. Conheci a banda por à caso, tava fuçando o youtube e achei os caras, dai comecei a procurar musicas e musicas deles e tal, ai achei um cover que a Mariana Nolasco fez, desde então a musica "Não vai voltar" é uma das minhas favoritas.
Pois é, tô quase estuprando o "replay" do youtube de tanto ouvir.












Agora, o video do cover da Mariana Nolasco e o Da Gabi Luthai que (pqp é foda) é lindo






Então, quem ai curtiu o som dos caras? Querem indicar uma banda ou algo do genero? Só deixar nos comentarios

7/8 além da cinta-liga

  Então amores, o primeiro post seguindo a agenda  eu vou falar sobre moda. Yesss um dos meus assuntos favoritos, mas então...




Vocês já ouviram falar das meias 7/8? Não? Elas são um dos itens favoritos das fashionistas (dos meus também).

As meias 7/8 são lindas, fofas,  jovem, e pro frio é uma boa... Dá pra ficar bonita no frio ok?
Como usar?  Pode usar de tudo, eu particularmente acho lindo com shorts, saias rodadas, e vestidos mais largos...

Os sapatos? Pode usar com qualquer sapato - eu deixo aqui que, quem faz sua moda é você.
muito lindo é camisa social larguinha ou jeans (blusas que a gente rouba do namorado sabe?)+ shortinho cortado de uma calça velha com bolsos a mostra, você pode tá marcando a cintura e um oxford.
Evite saias coladas no corpo. A melhor opção pra usar com meias 7/8 são as saias modelo evasê, abertas em baixo, ou de preguinhas.
Vamos deixa um pouco de falar e vamos pros looks.


















Bom, dá pra ver nos looks que pode usar tudo né? tem de todas as cores, e desenhos..
Então, quem ai gostou? Usaria? Acho que amanha vou fazer um look com uma 7/8 pra vocês hein? ahahah

Não mecho com certezas (Bianca Figueiredo)



Não faz muito tempo, conheci alguém que ao bater os olhos sabia que, entraria na minha vida para ser, acho que posso dizer, inesquecível.
Skatista, ousada, desprendida, decidida. Tudo que um dia eu sonhei encontrar em alguém. Porem  ao mesmo tempo, tudo que eu evitava em alguém. Essa é uma dessas historias, cheia desses opostos. Talvez por isso, mesmo sendo rápida, foi tão intensa.
É estranho não termos os conhecido antes, com tantos amigos em comum e uma historia um tanto quanto parecida, mas, tudo bem. Talvez fosse obra do destino conhece-lá mais tarde. Sim, ela.
Tivemos de inicio uma ligação estranha, talvez, cheia de segundas, terceiras e quartas intenções  garanto que não apenas de sua parte. Admito que aquele jeito ousado, moleque, assanhado e ao mesmo tempo, frágil  delicado e tímido, me encantou. Nada aconteceu naquele primeiro encontro, normal, não?
Quase.

Fomos embora aquele dia, e horas depois estávamos trocando mensagens no Facebook  conversando sobre tudo, e, falando sobre o nada. Ela sempre com seu jeito conquistador e eu jogando aquele jogo de acordo com minhas regras -NEM FÁCIL, NEM IMPOSSÍVEL. NO PONTO.
Alguns dias se passam, seus pais viajam, oportunidade perfeita para matar aquele desejo, alimentado em mim, por ela. Tudo certo, pedi ajuda a uma amiga e cheguei lá. Sabia dos riscos, não me importei. Só fui.
Chegando lá, foi um espanto, ela dividiu uma de suas historias comigo, com a maior naturalidade, como se fossemos intimas, já a algum tempo. Me senti ate especial por alguns segundos.
Me sentei no sofá, ela ao lado. Me puxou para perto de seu corpo e me acariciou do modo em que eu gostava, parecia ate que ela tinha me estudado antes.
Ate que ela conseguiu chegar com a boca na minha, honestamente? Um dos melhores beijos que meus lábios já provaram. Não era seco nem muito molhado, nem com muita língua nem com pouca, algumas mordias, além de suas mãos que insistiam em me apertar me trazendo cada vez mais para junto de seu corpo, as mesmas que me distanciavam de seu corpo. Me fazendo cada vez mais querer aquela sensação. E quando sentíamos o clima "quente" demais, sabíamos que era horar de parar, nessas horas, nossos olhos se fitavam, ela mal conseguia me encarar, me sentia ali, hipnotizando-a. Mordia os lábios como quem diz "vem", mas virava o rosto como quem diz "chega". Aquele dia, foi uma mistura alucinógena de sentidos. Um breve resumo do que me aguardava nos próximos dias.
Nos víamos sempre, posso dizer até que diariamente. Eramos românticas e amo mesmo tempo safadas, porém o que mais me encantava naqueles encontros era como eramos boas em nos ouvir e em nos entender. Como o papo fluía  Como eramos tão parecidas e ao mesmo tempo tão opostas. Esses encontros diários me rendiam belas ressacas, mas não me importava queria um pouco mais de toda aquela aventura.
Em um desses encontros, fizemos uma aposta. Não vem ao caso. Fizemos mais, porem nada demais. Mais uma ressaca no dia seguinte. Ok. E assim foi, por quase uma semana.
Em uma quarta, voltei ao bairro em que ela morava. Ficamos a noite juntas, com mais alguns amigos, ela recostada em meu colo e eu me perdendo entre  seus cabelos, lhe fazendo um cafune. Ela estava distante, senti que algo a preocupava, algo a distanciava. Por fim ela comentou o que a deixara assim e eu, disse apenas "segue teu coração". Bem clichê, mas sou escritora, é esse meu trabalho.
E assim continuou a noite, nenhum beijo nenhum arranhão  nada. Apenas conversas, cafunés e cachorros-quente. Admirei aquela cena, achei bonita. Não me senti apenas "mais uma biscate em sua cama", consegui me senti parte do que acontecia. Gosto disso.
No dia seguinte ela faria uma viagem, que sabíamos que mudaria algo... Já havia dado minha hora de ir, ela, atenciosa como sempre me acompanhou ate o ponto de ônibus  e no caminho, mais uma vez dividira comigo mais uma de suas historias - que eu me encantava em ouvir cada uma delas.
Meu ônibus já estava vindo, ao me despedir dela, demos o único beijo da noite, rápido.
Ela viajou no dia seguinte, ficou dias fora, desde então não à vi mais.
Bom, já ia me esquecendo...
Ela tinha um jeito particular de me chamar e de demonstrar seu interesse. Vivia me chamando de "Cachorra" e dizendo que me odiava. Eu retrucava com "Muito cachorra, mas cachorra de poucas". Mal sabia ela, que naqueles dias, estava sendo apenas sua cachorra. Mas novamente, sou escritora, não mecho com fatos nem certezas, dou as pistas, na esperança de que alguém desvende-as. Ela também dizia, que deveria ser a unica a me odiar daquela maneira, E era. Mas eu não à dava certeza disso, gosto das coisas com esse ar de mistério.
Como ela está? Ótima, continua com sua fama e deve está se aventurando com mais uma de suas mulheres.
Eu? Fico aqui, na frente desta tela de computador imaginando possíveis fins, para essa historia.
Com ela, vivi uma das historias mais rápidas  mais alcoólicas e mais intensas aventuras da minha vida. Então @gamarano até qualquer domingo regado a bastante 51.

Ps: Ela é tão livre quanto eu, não penso em prende-lá,

Inspire-se: Tatuagens




Bom, meus amores... Hoje eu tava sem assunto e tal dai, me veio a ideia de falar sobre uma coisa que eu gosto muito... Tatuagens, o ultimo post que fiz sobre "elas" deu uma mega audiência então prevejo que vocês gostaram, não?
Então, separei umas fotos das tatuagens que eu teria MUITA coragem de fazer. E elas só me deixaram mais em duvida ainda do que fazer na próxima,

Conselho pra você




Hoje, li algo que me lembrou você. Bom, não diretamente... Mas enfim. 
Dizia: "Mas quando ela desencanta, ah cara, não tem eu te amo e não vivo sem você que faça ela se encantar de novo" 

Pois é engraçado como o jogo vira assim, de uma hora pra outra ne? Como a menina que a dias corria atrás de você, hoje só corre atrás do pe de sapato perdido por que esta atrasada para sair com as amigas, e como você que tanto menosprezava tudo que ela fazia, esta ai hoje, vigiando as redes sociais dela esperando ela postar um "sinto sua falta". Acredite, pode ser que ela poste, mas você corre 80% de chance de não ser pra você, de ser para um amigo, para algum cara, ou sei la, para a avó já falecida. 



Cara, se ela perdeu o encanto, não vai adiantar você querer recuperar o tempo perdido nem reparar os erros cometidos, agora ela, é dela. 

Isso não quer dizer que ela não te ame ou coisa parecida, quer dizer que ela cansou de correr atrás, de andar pra trás se assim posso dizer. Ela quer recuperar a vida, ela quer aproveitar o tempo como pode, quer passar as noites acordadas, mas não por preocupação. Por diversão. 

Pensa ai, valeu a pena aquelas noites na balada? Valeu a pena aquele show todo por que ela tava com ciúmes, valeu a pena perder a garota que seria a garota da sua vida, por que você queria só se divertir? Pois é, acho que agora é a vez dela, a vez dela se acabar na balada, a vez dela de não lembrar o que fez na noite passada, a vez dela de se divertir. Talvez, tudo que ela mais queria era se divertir com você, mas não era o que você queria. Era? 

Engraçado, acho que nesse momento, você ta lembrando de como era feliz com ela, de como ela queria seu bem, de como ela te colocava pra cima, das vezes que ela te perdoou mesmo você não merecendo, das vezes que ela esteve ao seu lado quando todo mundo te virou as costas, das vezes que de longe ela se preocupou e cuidou de você. Mas na se esqueça que quando ela mais precisava de você, você virava as costas (mas ela continuava la por você), de todas as vezes que ela queria só passar o sábado com você sentada, fazendo nada e mesmo assim você arrumou uma desculpa qualquer por preguiça. Dói ne? 

Pois e, agora olha pra ela, vai ate a pagina do facebook dela, do twitter ou da ask dela, olha aquele sorriso lindo que ela tem, pode levantar da cadeira e ir secar a lagrima, tudo bem eu espero. [...] Voltou? Ótimo. Viu como ela e linda? Viu como ela e especial? Me diz agora, por que você esperou tanto tempo para perceber isso? Por que quando ela corria atrás de você, você a desprezava? Por ego? Ah meu querido, sinto muito, mas não vai mais funcionar. Seu charme já não faz mais efeito nela, e eu repito, talvez ela te ame ainda da mesma forma. Só que agora, ela se ama. O amor próprio tomou conta dela, e vamos combinar. Você a conheceu cheia de amor próprio, e foi por isso que você se encantou com ela... Ela não fazia seu tipo, mas tinha tudo que você precisava. Por que jogou isso fora? 

Então meu caro, da próxima vez que encontrar alguém parecido com ela, não espere perder para ver como ela era boa demais pra você. Talvez, seja tarde demais.



Para lavar a alma


Então diário, voltei, sem pseudônimos, sem eles e elas, só eu dessa vez. Sera que você esta preparado?

Quarta feira, 3 de abril de 2013
Já acordei com aquela impressão de que o dia não seria nada igual aos outros, bastou olhar pela janela e ver o sol fazendo esforço para brilhar em meio a tantas nuvens cinza, dito assim parece estranho, mas era um lindo inicio de manhã. Apesar daquela ressaca que insistia em me afetar, apesar de ter dito o que não devia na noite anterior, o dia parecia que ia dar certo, o dia estava com cheiro de '' Hoje é o seu dia, levanta a cabeça e vai" -mas corre pois o sino da escola ja tocou.

Coloquei meu moletom favorito e prendi meu cabelo, com certeza estava feio, mas quem ligava? Aulas, aulas e mais aulas, mais uma vez o sino toca. Já é hora de ir pra casa.
Tudo certo ate descobrir que vou ter que ir sozinha na empresa de cerimoniais para a formatura, "tudo bem vai dar tudo certo" pensei.
Me disseram para descer no centro, pois era pertinho dali, ok, desci. Pertinho? 3Km! Tudo bem, não vou gastar o dinheiro, vou apé, tenho tempo e não estou com pressa de nada hoje. Alguns minutos depois cheguei ao local, ok o que aconteceu lá, não é de tamanho interesse. Hora de ir embora.
-Ei, como chego na praça da Liberdade?
-Querida está bem longe, mas é só descer a Av. Brasil toda, mas te aconselho a pegar um onibus aqui, olhe o tempo, vai chover e você vai se cansar.
-Não, não obrigada. Se chover é bom que lava a alma.
E la foi eu, mais uma vez, fones de ouvido no máximo  meu Ray Ban aviador, e pernas para quem tem. Chegando ate a av. Brasil me deparei com uma senhora que mal conseguia suportar o peso do próprio corpo, mas mesmo assim tive que pedir informação.
-Senhora, a praça da Liberdade está para cima ou para baixo
-É só descer aqui direto, anjinho, mas você vai andar bastante
-Não tem problema, mesmo assim obrigada.
E lá foi eu, mais uma vez, fones de ouvido no máximo em uma play list qualquer e meu óculos  Mais alguns passos e senti algo me atingindo  uma gota. Sim, chuva. Problema? Nenhum. Nada ia estragar meu dia. Segui meu caminho, sem ligar para chapinha, sem ligar para roupa molhada, nada.
A chuva começou a engrossar, todos se escondendo e eu lá descendo a avenida como se não estivesse ja toda molhada, como se não visse ninguém. Passei em frente a uma praça onde um casal de velhinhos se escondiam, observei aquela cena por alguns instantes, me emocionei um pouco e comecei a pensar em como estava a minha vida, de como eu mudei nos últimos meses, em como eu comecei a me amar mais de um tempo pra, em como era bom me sentir livre, como é gostoso dormir sem me preocupar se "ele" ja esta em casa, como é bom ouvir uma musica sem ter que lembrar de alguém. De como eu estava ali, desapegada, desencantada, livre.
Tirei meus óculos  aumentei ainda mais o volume dos meus fones, que estavam ao som de Katy Perry Teenage Dream, ergui a cabeça, a chuva só aumentava e eu chegava a saltitar e dançar na chuva apenas de lembrar que, agora sou roteirista da minha própria vida, agora sou eu quem dito as regras, que não tenho mais com o que nem com quem me preocupar durante as madrugadas, sem ter que me importar em dar satisfações ou não. Foi bom saber que a vida agora só depende de mim. 
Mais uns quarteirões e já podia ver os coqueiros do corredor central da Praça da Liberdade, lembrei de certas coisas, mas tudo bem. Chegando na liberdade, já me sentia em casa então desci sentido ao shopping para pegar meu ônibus e enfim chegar em casa depois de ter andado tanto. Passei em locais que aceleravam meu coração apenas de lembrar, e quer saber? Não senti nada, não pensei nada, apenas fiquei feliz por ter me desacorrentado a certas memorias.
A chuva nessa hora decidiu cair, eu parei numa esquina que convenhamos eu conheço bem, olhei pra cima e senti a chuva cair no meu rosto, senti o cabelo pingando, a roupa fria colando no corpo e alma sendo lavada, senti escorrer junto com cada gota minhas preocupações  minhas neuras, aquelas correntes que me levavam sempre para o mesmo lugar, senti ali minha alma saltando de alegria em saber que eu só precisava de mim. Senti a alma sendo lavada, dei um sorriso como eu não dava a muito tempo. Não estava nem ai se ia pegar ônibus com a maquiagem borrada, cabelo zoado nem nada. Eu estava em paz, em paz comigo mesma. 
Queria eu ter tomado essa chuva meses atras. 
Então diário, acho que é isso. E como eu disse, nada de pseudônimos, nada de outros personagens...
Da sua velha amiga: Marianna

Ps: Sobre a noite, acho ate muito mais interessante uma noite rodeada de historias, com muito cafuné, amigos e comida do que uns amassos em qualquer lugar com qualquer pessoa. Prefiro que compartilhem a vida comigo do que a cama.

Devidas explicações


Bom meus amores dei aquela sumida básica e tal, nada de mais, não desanimei nem nada mas andei ocupada, hoje que tive tempo tempo pra dar aquela respirada e fazer tudo que não tava tendo tempo...
Então vamos lá, explicando. Sumi por motivos de:

Tive alguns problemas esses dias, coisa muito pessoal e tal tanto que to ate fazendo acompanhamento com psicológico  Bjs Wilma que tem me aturado uma vez por semana ;)



Ultima semana do primeiro modulo do Senai  Então, meu curso técnico no Senai é dividido em 3 módulos de 6 meses cada, ok é uma confusão mas enfim, era semana de contar faltas, de contar décimos de pontos, fazer maquetes, decorar formula, siglas ou seja, INFERNO ON

Lembram que na ultima atualização eu disse pra vocês que ia fazer um projeto com um amigo e isso tomaria um belo tempo? Então, é isso. Fizemos uns videos covers e como sou legal vou postar aqui pra vocês, se gostarem deem like, compartilhem com as amigassss.








Então, é um trabalho bem puxado espero que vocês gostem, foi nossa primeira experiencia do tipo e tal. 
Então amores agora vamos ao que interessa:

Eu sumi mas não foi abandono total não ok? Fiz uma agenda pra nozes s2

  • Atualizar a tag moda e fotografia no minimo uma vez por semana
  • Contar um pouco mais sobre a minha vida e minha rotina pra vocês
  • Começar o vlog do blog (é tão divertido falar isso)
  • To querendo uma crônica por dia
  • E finalmente, sai o sorteio agora meio de abril ;)
Então é isso amores, mais uma fez desculpem o abandono!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...